Resenha - Diário de uma Escrava

Comentários


E aí galerinha, tudo na boa?
Hoje estou aqui para falar sobre um livro extremamente pesado, para quem é sensível a assuntos como estupro e tortura vou ser bem sincera, esse livro não é para você. Mas vamos para a resenha?

Laura tem 14 anos e vive uma vida normal, escola, namorado, pais amorosos e diversos sonhos. Porém tudo isso é tirado de Laura da pior maneira possível.

Nenhum texto alternativo automático disponível.

Faz mais de 4 anos que Laura perdeu tudo: perdeu seus sonhos, sua vontade de viver, sua dignidade e sua inocência. Laura foi sequestrada por um homem, pelo "Ogro". Ele a jogou em um buraco embaixo da terra e ali faz as piores atrocidades que uma pessoa pode imaginar em seus piores pesadelos. Estupro, tortura física e psicológica são relatados nos mínimos detalhes durante toda a leitura. Pesado, mas o que torna tudo mais pesado é pensar que isso acontece milhares de vezes todos os anos no Brasil.

Mas o início da obra não é nada comparado ao rumo que ela toma, com o passar do tempo o "Ogro" fica mais louco, querendo meninas cada vez mais jovens, 13, 12, 11 anos. E com isso os detalhes relatados são cada vez piores.

Resultado de imagem para diario de uma escrava

O livro nos mostra uma realidade, e como já falei, isso deixa tudo ainda mais pesado. Algumas meninas leitoras com quem eu conversei tentaram ler mas não conseguiram chegar até o fim, exatamente pelos detalhes dos estupros e das torturas que a Laura e outras meninas passam nessa obra.

O livro é isso, é selvagem, duro, real e triste. A escrita de Rô Mierling consegue nos envolver facilmente, terminei o livro em dois dias, não conseguia parar de ler para saber o desfecho de Laura. 

Imagem relacionada

A edição da DarkSide está maravilhosa. Capa dura, com o desenho maravilhoso da borboleta, marcador de fitilho e para completar, as bordas das folhas são um degradê de roxo e azul, lindo lindo. Edição para todo colecionador e amante de livros ter na estante.

Se você não é sensível ao que o livro aborda, super indico a leitura.
Faz a gente pensar e refletir sobre o assunto. Pesado, mas necessário.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Valeu pelo comentário!