Descubra como foi a Bienal do Livro de Pernambuco

Comentários


A Bienal do Livro de Pernambuco encerra hoje a sua XI edição e o Quatro Sentidos marcou presença nesse evento que já tem seu lugarzinho marcado e seus fãs ávidos por novidades e bons preços. 
O tema desse ano foi "Quem lê mais, entende mais" e teve como homenageados o escritor recifense Fernando Monteiro e Lima Barreto, que completa 136 anos de sua morte esse ano. 







Uma coisa que admirei muito dos organizadores do evento foi a preocupação em oferecer espaços de aprendizado e compartilhamento de ideias diversos. Você encontrava espaços criativos e dedicados à lançamentos, exposições, contações de histórias e muito mais. Os principais espaços foram o "Além das Letras", o "Círculo das Ideias" a "Bienalzinha" e uma "Artist's Alley".

Além dos espaços e das oficinas a gente pode conferir durante esses 10 dias de evento grandes nomes como Carlos Ruas, Gustavo Lacombe, Maria Valéria Rezende e Renato Janine. No beco dos artistas a gente viu Thony Silas, Fábio Paiva, André Balaio e Beto Beltrão (Recife Assombrado) e muitos outros.



Num todo, o que a gente viu foi um esforço muito grande dos organizadores de criar um evento relevante dentro da realidade da Bienal hoje. Não sei se por conta de outros eventos literários menores ou por falta do investimento do governo (que vem acabando com grandes eventos por aqui, como a Campus Party), a Bienal desse ano foi a menor desde que eu comecei a acompanhar, por volta de 2011. Poucos stands de grandes editoras, muitos ainda vazios e escanteados. Poucas promoções (tinha livrarias e editoras menores com bons livros por 10 reais, mas nada mais que isso) e preços nada competitivos, às vezes até mais caros que na internet. Acabei saindo sem comprar nada, infelizmente. 



Mas com certeza foi um bom evento para conhecer gente nova, ver as novidades do cenário literário e descobrir novos autores e livros que a gente acaba deixando de conhecer por ofuscamento de outras obras na internet. Espero que a próxima bienal consiga se reerguer como só ela sabe fazer e se depender da galera que produziu a desse ano, com certeza vai ser mais incrível ainda.













Nenhum comentário:

Postar um comentário

Valeu pelo comentário!