Resenha - Amar, Rir e Comer, do Dr. John Tickell

Comentários


Seu Projeto Verão 2052 tá indo de mal a pior? Diz que começa a dieta na Segunda sendo que hoje já é terça e você tá falindo o dono do rodízio? Você anda tão estressado que se colocar um ovo na sua cabeça dá pra fazer um poché? Quando precisa subir uma escada de 10 degraus, já começa a suar frio? Se sua resposta é sim para alguma dessas perguntas, tá mais que na hora de comprar o livro "Amar, Rir e Comer", do Doutor John Tickell.

Eu tô num momento fitness da minha vida e a Valentina acabou me enviando o livro que eu precisava para dar aquele ânimo na caminhada. O Dr. Tickell se diz diferente dos outros médicos que receitam dietas porque ele não quer que você passe três dias sem comer nada além de aveia. 





Ele passou 25 anos estudando hábitos saudáveis e também conheceu o povo de Okinawa, no Japão, considerado como o mais longevo do planeta. Tickell mostra como é possível chegar aos 100 anos com saúde mudando seus hábitos imediatamente.

No livro, você vai se deparar com uma conversa mesmo, como se estivesse frente a frente com o doutor, que conta causos da sua vida e deixa a leitura bem fluida e prática. 


Somos apresentados a seu programa, chamado ACE (Atividade Física, Controle Mental e Educação Alimentar). Com ele é capaz de se prevenir contra doenças, encontrar disposição onde você acha que não tem e viver uma vida leve cheia de saúde e energia. Basicamente ele traz exemplos desses três pilares para você aplicar no dia-a-dia e viver melhor.

De acordo com ele, basta 1% da sua vida dedicada aos exercícios para que seu corpo não enferruje e nem envelheça precocemente. Fala também que controlando o estresse você come menos, engole menos sapos, dorme melhor e vive mais feliz. Sem esquecer da alimentação, onde basta substituir os alimentos bônus por alimentos básicos para o corpo te responder melhor.


Nele você encontra também exercícios para fazer em casa, dietas e receitas. É um manual prático de vitalidade! O livro é um prato cheio e colorido, com explicações técnicas simples de entender que fazem toda a diferença. 

O único ponto que fez com que a notinha caísse é sua rigidez alimentar. Você vê que ele tá certo, mas é uma mudança bastante radical, como cortar alguns alimentos como o leite e o café e até mesmo pular o almoço em algumas de suas prescrições. Além disso as receitas que ele sugere, muitas vezes não são de ingredientes fáceis e nem se encaixam muito em nossa dieta brasileira, já que ela é direcionada para os norte-americanos.



Com certeza "Amar, Rir e Comer" é uma leitura indicada pra quem quer saúde na palma das mãos. Não perde tempo e entra no programa!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Valeu pelo comentário!