Vamos ler Juntos? Resenha: Rock Star

Comentários


Sinopse: O único lugar onde Kellan Kyle sempre se sentiu em casa foi no centro de um palco. Tocando guitarra num bar escuro, ele consegue esquecer o passado doloroso. Nos últimos tempos a sua vida se resume em três coisas: música, seus companheiros de banda e intensos encontros sexuais. Até que uma mulher muda tudo.


Kiera é o tipo de garota que Kellan jamais deveria desejar — ela é inteligente, doce, e também a namorada do seu melhor amigo. Convencido de que nunca conseguirá merecer o amor dela, ele esconde a sua crescente atração… até que o coração atormentado de Kiera oferece a Kellan algumas pistas de que os sentimentos dele podem ser correspondidos. Agora, não importam as consequências, Kellan tem uma certeza: não vai deixar Kiera escapar sem lutar por ela.


Mais uma vez, e com muito orgulho, o blog foi convidado pela Editora Valentina a participar da campanha "Vamos ler Juntos?" E estamos muito felizes em divulgar mais uma resenha. Sei que estou mega atrasada com a mesma, mas faculdade, provas e trabalhos em final de ano deixam qualquer um de cabelo em pé. Mas vamos para o que interessa!
Rock Star conta a História do primeiro livro da série - RockStar - pelo ponto de vista do protagonista masculino, o Kellan. Eu não tive a oportunidade de ler os primeiros três livros, o que foi triste, já que gosto de saber do ponto de vista de todos os personagens, mas gostei de começar a ler tendo apenas o ponto de vista de um roqueiro que gosta de sexo, bebida, e rock n' roll e não liga mais para nada. Uma das pequenas coisas que não gostei, foi que ele sempre sabia o que ela estava sentido e descrevia isso ( talvez isso tenha acontecido por existir um livro com os sentimentos dela), não gostei de ter os sentimentos de Kiera descrito por outra pessoa.

Sobre o livro, ele conta a história de um triângulo amoroso entre Kellan, Kiera e Denny (namorado de Kiera e melhor amigo de Kellan), e como em qualquer triângulo amoroso, temos nosso coração amassado, arrasado, pisado e maltratado, afinal, como escolher um lado? (#TodosQueremosKellan). Kiera é uma mulher batalhadora, estudiosa e que corre atrás. Ela se muda, junto com seu namorado, para o apartamento de Kellan, e a partir desse momento convive com ele diariamente, além de trabalhar no bar onde ele toca e passa o tempo livre. Porém no decorrer do livro eu tomei um pouco de raiva dela, não sei se foi por não saber o ponto de vista dela, mas certas atitudes dela parecia que ela apenas queria brincar com o coração de Kellan, ou que simplesmente não sabia o que queria da vida.
Já Kellan pareceu um personagem mais cativante, podemos conhecer o passado extremamente triste e maldoso dele, como os pais o criaram e como ele viu em Denny uma escape de toda a maldade que o cercava. Não há como negar que tem horas que eu gostaria de ter abraçado ele, e ter dado uns bons tapas na cara da Kiera para ela deixar de ser tão idiota com ele. Ele a trata muito bem e, de certa forma, muitas vezes você quer se colocar no lugar de Kiera só para impedir que ela faça alguma burrada. O maior problema desse grande triângulo amoroso com certeza é Kiera.


Se levarmos o livro como um todo, eu com certeza o adorei, adorei o Kellan, adorei a banda, mas não sei se teria paciência para ler os três primeiros volumes da série, afinal, não tem como não ficar com uma pedrinha no sapato com a Kiera, mas se vc gosta de um bom triângulo amoroso, e um principal cativante, esse com certeza é seu livro!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Valeu pelo comentário!