Resenha - A Mais Pura Verdade

Comentários




"Mesmo a muitos quilômetros de distância um amigo ainda pode segurar a sua mão e estar ao seu lado"

E ai galerinha, tudo na boa?

Hoje estou aqui super feliz, sabe por quê? Porque eu estou conseguindo ler e fazer meu TCC hahaha, e com isso consegui ler 2 livros em apenas quatro dias. Pensa na minha felicidade.

Enfim, o livro da vez é o queridinho “A Mais Pura Verdade”, publicado pela Novo Conceito. O livro é muito bem falado pelos leitores e eu sempre tive uma grande curiosidade. Ganhei-o de natal da Lu (sim, ano passado), mas só agora tive oportunidade de lê-lo.

A obra conta a história de Mark, um garoto de 12 anos que tem câncer, e que passou boa parte da sua infância lutando contra a doença. Depois de o médico relatar que o câncer voltou mais agressivo e que Mark teria que começar o tratamento desde o início, ele resolveu colocar um basta e fugir de casa.
Pegou o seu melhor amigo, o seu cãozinho Beau e partiu para cumprir uma promessa que tinha feito ao avô antes dele falecer. Ele iria escalar a Montanha Rainier. 

"Eu amava o relógio, até começar a odiar o tempo. E como ele ia embora."

O livro já inicia com Mark partindo de casa, com todo um plano bolado. Uma mochila para esconder Beau, uma câmera fotográfica antiga, alguns dólares, pouca comida e água. 

Durante toda a história a gente acompanha a jornada do pequeno Mark rumo à montanha. Presenciamos todas as dificuldades em que ele passa, e nosso coração aperta, dói, acelera e as vezes quase para. É uma enorme aflição que o leitor sente durante boa parte da leitura. Sem contar que temos um cachorro envolvido na história, então se você tem coração fraco por dogs, cuidado hahaha.

O livro é dividido de um jeitinho único. Os capítulos com números redondos (Capítulo 1, Capítulo 2....) são mostrados a aventura do Mark. No início de cada capítulo é com uma folha em preto, onde mostra uma fissura e diz os quilômetros que faltam para ele chegar até a montanha. Já os capítulos quebrados (Capítulo 10 ½, Capítulo 11 ½) mostra o que está acontecendo com os pais de Mark e com sua melhor amiga Jesse.

"Talvez ele esteja cansado de ser tratado como 'esse pobre garoto doente'. Talvez ele queira ser o herói, ao menos uma vez. Talvez ele tenha perdido tudo. Os amigos, a família, o futuro."


Jesse é a amiga de infância de Mark, foi com ela que ele cresceu e criou um laço maravilhoso, amizade verdadeira. Jesse sabe para onde Mark foi, mas ela sabe que ele gostaria que ela guardasse esse segredo. Então acompanhamos o conflito interno de Jesse, contar para a polícia e para os pais onde Mark está e perder a sua amizade, ou manter o segredo, mesmo sabendo que provavelmente seu melhor amigo estaria morrendo na montanha?

O modo como os capítulos são divididos faz com que a leitura flua muito bem. E a tensão e a curiosidade de saber o que vai acontecer faz com que você não consiga parar de ler o livro.

O final é lindo e vale a pena a leitura.

O design do livro está maravilhoso. A Novo Conceito trás pra gente as informações necessária para sabermos quais os temas que o livro trata – algo que poderia ser utilizado pelas outras editoras. Logo acima do código de barra temos: “Nesse livro você encontra: Drama, Aventura, Suspense”. 

A capa é em um azul maravilhoso, mostra a mesma fissura usada na divisão dos capítulos e trás desenhado o Beau e Mark com algumas árvores.  A parte de trás do livro mostra a lista que Mark fez para colocar na sua mala, achei esses detalhes lindos. E claro que as folhas são amareladas com fontes agradáveis aos olhos. Lindo e lindo.

Resultado de imagem para a mais pura verdade

O livro mostra o drama de um garoto com câncer de um jeito diferente, não é ele preso em uma cama enquanto faz o tratamento. É ele sentindo dores e sofrendo para realizar um sonho, algo que marca e faz com que a história fique um tempo em sua mente.

Lindo, leve e rápido. Vale muito a pena.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Valeu pelo comentário!