Lançamento Editora Valentina - A Cor da Coragem

Comentários



         “Afinal, o que fica para um homem, além da sua honra… e da coragem de viver por ela?” 
                  Julian Kulski

E ai galerinha, tudo certo? 
Hoje temos mais uma lançamento maravilhoso da Editora Valentina.
"A Cor da Coragem" é um diário de um sobrevivente da Segunda Guerra Mundial, onde lutou na resistência polonesa. Nesse livro Julian Kulski relata os horrores que ele presenciou, viveu e lutou na guerra. Com toda certeza será um livro impactante, que irá prender você do início ao fim.

Vamos para a sinopse?




Em 1º de setembro de 1939, a Alemanha invade a Polônia. É o início da Segunda Guerra Mundial. Em poucos dias, Varsóvia se rende aos alemães, soldados poloneses depõem suas armas, a cidade já é um amontoado de escombros.

Julian Kulski é um menino polonês de apenas 10 anos de idade. Filho do vice-prefeito de Varsóvia, escoteiro ousado e entusiástico, ele tem a firme convicção de que deverá lutar contra o Invasor.
A cor da coragem é o diário de Julian Kulski, a história de seu amadurecimento durante os cinco anos da brutal ocupação alemã. Diferentemente do diário de Anne Frank, narrado a partir da sua clausura no esconderijo de um prédio em Amsterdã, o de Julian Kulski se passa nas ruas de Varsóvia, no front, no combate cara a cara com o inimigo, no infame Gueto onde se encontram seres humanos famintos, desesperados e doentes à mercê de todo tipo de tortura, do enforcamento, do fuzilamento, da câmara de gás...


“Este diário, escrito com o coração e pela mão de um adolescente, nos proporciona uma visão única e comovente da Segunda Guerra Mundial”.
Lech Walesa, Prêmio Nobel da Paz

Sobre o autor:

Julian E. Kulski, nascido em 1929, em Varsóvia, Polônia, é descendente de um rabino-chefe de Varsóvia no século XIX, Dov Beer Meisels, e de um rei da Polônia no século XVIII, Stanislaw Leszczynski. Depois da guerra, Kulski estudou arquitetura na Inglaterra e nos Estados Unidos, bacharelando-se em 1953 e concluindo seu mestrado em 1955 pela Universidade de Yale, e vindo a concluir o PhD em planejamento urbano em 1966, pelo Instituto de Tecnologia de Varsóvia Membro do comitê diretor da Fundação Kosciuszko, Kulski recebeu várias condecorações do governo polonês, entre elas a prestigiosa Cruz do Heroísmo, a Cruz de Comandante com Estrela da Ordem do Mérito, a Cruz de Prata do Mérito com Espadas, a Cruz do Exército Nacional, a Medalha do Exército Polonês (quatro vezes) e a Cruz do Levante de Varsóvia. Kulski vive com a esposa em Washington, D.C.


Nossa opinião sobre o livro?
Estou extremamente curiosa e querendo muito esse livro. Obra para você não largar mais até terminar. 
Ah, e a edição ainda possuir códigos QR, onde o leitor poderá escanear e ver filmes inéditos, repletos de fotos e mapas impressionantes.
Vocês precisam ter essa obra em casa.



 


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Valeu pelo comentário!