Resenha: O Talismã - Stephen King e Peter Straub

Comentários




"Lobo... não quer viver nesse mundo. - Ele sugou uma grande e trêmula arfada de ar para o peito destroçado, enorme. Tentou sorrir mais uma vez - Os cheiros... Os cheiros são muito ruins."'  (pag. 466)

Gente, li esse livro pela primeira vez em 2012, reli atualmente e pra mim continua sendo um dos melhores livros que eu já li, pois ele mistura a fantasia, o horror e temas polêmicos da forma que só esses dois mestres da literatura conseguem. Eu escolhi resenhar hoje porque foi o livro que eu mais penei para terminar, pois a história é tão envolvente e num ritmo tão acelerado que você nunca vai querer que ele termine, mesmo ele tendo quase 800 páginas, a trama se desenvolve sem repetição alguma.



King e Straub, a melhor dupla que você poderia imaginar.                                             
Há também uma continuação desse livro, lançada em 2001 que se chama "A Casa Negra" então é claro que eu vou ler e depois comento pra vocês. O terceiro livro da série está longe de ir às livrarias, de acordo com o moderador do fórum oficial de King:

"Stephen e Peter não conseguiram coordenar suas agendas para começar a trabalhar no terceiro livro, já que ambos têm seus próprios projetos que precisam de atenção. Não sei se eles já discutiram a trama mas mesmo assim, seria cedo demais para qualquer informação."

No livro, um menino de 12 anos chamado Jack Sawyer descobre que possui um dom muito especial, assim como o pai dele, que sofrera um acidente muito suspeito e morrera, deixando o menino muito cedo. Esse dom o levará a mundos paralelos, "Os Territórios", onde uma jornada incrível o espera, e é essa jornada que decidirá o destino de sua mãe que tem câncer. Para salvá-la, ele deverá encontrar um talismã há muito protegido. Ele contará com a ajuda de grandes amigos, porém deverá desconfiar de tudo e de todos, pois o perigo é maior do que ele imagina. Ele irá trabalhar como um escravo, reunirá suas forças para fugir de uma casa de recuperação liderada por um fanático religioso e atravessará todo o território americano em busca da salvação de sua mãe e de todos os mundos paralelos existentes.

Jack é só um garoto, mas busca coragem durante o livro inteiro para lutar como um bravo herói das lendas antigas. Com muita coragem e determinação, Jack deixa de lado todos os seus medos e encara os perigos (que não são poucos) não só dos Territórios, que para ele é totalmente desconhecido, mas também de seu próprio mundo, que pode se mostrar tão perturbador quanto.



Um dos personagens mais marcantes, é Lobo, um lobisomem adolescente dos territórios, que mesmo não sendo muito inteligente, é bastante amigo e gentil, o que o torna imprescindível para a trama. Além de suas frases célebres, a presença de Lobo na história traz um pouco de leveza, porque mesmo quando o clima pesa, ele incrivelmente consegue fazer você rir ou simplesmente respirar aliviado. 

Richard, seu primo e filho do vilão da história, também é um personagem a ser citado, já que ele conclui a história ao lado de Jack. Diante dele vemos dualidades e diálogos intensos, forças do bem e do mal lutando para achar uma solução, outra fortaleza para nosso protagonista.

Alguns acham o início do livro muito parado, mas eu garanto que, mesmo que você também ache um pouco chato, vá em frente! Você não irá se arrepender.
O Talismã é realmente encantador, indignante, repugnante, emocionante e envolvente! Vai aí uma ótima dica para você que quer uma leitura incrível.





Segue um trecho/teaser do livro produzido por alguns fãs e que ficou muito bem feito:



E você, já leu o livro? O que achou? Conta pra gente!







Nenhum comentário:

Postar um comentário

Valeu pelo comentário!