O que eu aprendi com: Harry Potter e a Câmara Secreta

Comentários


Hoje é dia de quê? Exatamente! Nosso especial de Harry Potter!
Pra quem ainda não sabe, estamos fazendo postagens mensais sobre cada filme de HP até a estreia de "Animais Fantásticos e onde Habitam". Neste segundo post, iremos citar o que aprendemos em Harry Potter e a Câmara Secreta. Claro que tem muito mais coisas que aprendemos com esse filme, mas não dá pra citar tudo, concorda? Então se você tem mais algum ensinamento para contar, deixa nos comentários. :) 

Vamos lá?

Aprendi a língua das cobras.




hasshiessh hausshua ressiechs sarrchash


Aprendi que podemos ser quem quisermos.




Até porque quem não queria ser um dos capangas do seu inimigo ou até mesmo uma mistura muito louca de gato com gente? Gente, se eu tivesse Poção Polissuco eu queria ser a Gisele Bündchen por um dia, isso sim.


Aprendi que olhar nos olhos de uma cobra gigantesca e sanguinária não é a melhor coisa a se fazer.



Isso, é claro, se levarmos em consideração que a pessoa não quer ser petrificada viva. Porém é melhor que ser comido por essa belezinha aí de cima.


Aprendi a seguir as aranhas.



Nem tudo na vida são borboletas, queridos leitores, às vezes precisamos ir até aranhas famintas para descobrir algumas verdades. 

Aprendi que quando se está num carro voador, deve-se sempre trancar bem a porta do carro e nunca agitar sua varinha enquanto o carro estiver em movimento.


Ah, e é claro, lembrar de por o cinto também é uma boa ideia.

Aprendi que atualmente tá valendo mais ouvir MC Mandrágora do que outros MC's.


Solta o falsete ai Mandrágora.

Aprendi o verdadeiro significado de mergulhar de cabeça num livro.


Afinal, livro bom é aquele que você lê, se transporta para aquele mundo, e só repara quanto tempo realmente passou depois de fechar o livro.



Aprendi que Dobby é um ELFO LIVRE!


Às vezes precisamos apenas de uma meia para sabermos como se constrói uma verdadeira amizade <3


E aí, curtiram?







Nenhum comentário:

Postar um comentário

Valeu pelo comentário!