Resenha - Quatro: Histórias da série Divergente

Comentários




Quero carregar algo que me lembre de que, embora as feridas cicatrizem, elas não somem para sempre. Eu as carrego para todo o lugar a que vou, sempre, e é assim que as coisas são, assim que as cicatrizes são.

Terminei a saga Divergente faz muito tempo, e só fui ler Quatro essa semana, achei que seria ruim, afinal poderia esquecer certos detalhes, mas isso não aconteceu, muito pelo contrário, voltar para esse mundo foi muito bom para não dizer nostálgico. Foi como matar a saudade de algo bom e me deu muita vontade de reler a saga toda.

Enfim, vamos falar um pouquinho desse livro? Cuidado hein? Se você não leu a saga divergente acho melhor não ler essa resenha, belezinha?

http://pizzadeontem.com.br/site/wp-content/uploads/2014/11/O-Pizza-leu-%E2%80%9CQuatro%E2%80%9D-uma-r%C3%A1pida-prequ%C3%AAncia-da-s%C3%A9rie-%E2%80%9CDivergente%E2%80%9D-3.jpg


Logo no início temos uma breve introdução da Veronica Roth onde ela explica um pouco sobre o livro, ela relata que começou a escrever Divergente com a perspectiva que Tobias fosse o personagem principal, mas quando ela chegou na página 30 ela achou que o narrador não funcionava muito bem. Parou de escrever e quatro anos depois ela retomou a escrita, porem com Tris sendo a protagonista.

Ela explica a divisão do livro, as 3 primeiras histórias: “A Transferência”, “A iniciação” e “O Filho” se passa antes do Quatro conhecer a Tris. “O Traidor” coincide cronologicamente com a metade de Divergente. E no final contém cenas exclusivas contadas na perspectiva de Tobias.

O livro é fantástico, sempre fui fã do Quatro e conhecer a vida dele mais a fundo foi muito bom mesmo. Todo o sofrimento que ele passou por causa de Marcus, como ele ficou sabendo que sua mãe ainda estava viva, e o porquê ele escolheu a Audácia foi incrível. Até a escolha da famosa tatuagem nas costas é explicada nesse livro.

 https://uploads.socialspirit.com.br/fanfics/capitulos/fanfiction-divergente-convergente-ii-2504155,210920141914.png

O Quatro vai muito além do que conhecemos lendo a trilogia, e esse livro mostra isso a fundo. 

A história consegue nos prender, e mostra que mesmo ele tendo apenas quatro medos, esses medos são devastadores para o seu psicológico. Os outros iniciados da Audácia possuem um numero maior de medos, porém nenhum deles sofre em tempo integral por causa desses medos como Quatro sofre.

Esse livro mostrou que todas as suas escolhas foram feitas com um propósito: Manter-se longe de Marcus. E o modo como Tris mudou a sua visão das coisas e deu um sentido diferente para a sua vida foi lindo, realmente foi aquele lance de amor à primeira vista. Só acho que as três cenas exclusivas deveriam ter feito parte da saga pra ficar mais lindo ainda. hahaha

http://1.bp.blogspot.com/-GDukbbjfEqc/VAz1E7hvAqI/AAAAAAAACDA/IcuZGWqrIGw/s1600/divergente-filme.gif

Quatro é um livro fascinante e é um item obrigatório para quem é fã da saga Divergente. Certamente meus sentimentos por ele só aumentou com essa leitura.

Li o livro em apenas três dias, agora que acabou ficou um vazio estranho, mas vida de leitora é assim mesmo.

Vale muito, muito a pena mesmo. Amei demais!

http://1.bp.blogspot.com/-ZpsiYPWH_1A/VDMa_b-7NhI/AAAAAAAAALQ/AC2Bm53TE70/s1600/four-divergente.gif

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Valeu pelo comentário!