Vilania #03 - M. Bison

Comentários





Quem está aqui pra conferir mais um Vilania levanta a mão e coloca uma ficha o/
Hoje o nosso escolhido é ninguém menos que M. Bison, o mestre das lutas!




Bem, esse vilão apareceu pela primeira vez em Street Fighter II - The World Warrior, de 1991, com o nome original de "Vega", mas por medo de um processo a Capcom decidiu mudar seu nome, vamos explicar:




O atual Balrog tinha o nome de Mike Bison, era negro e lutador. A Capcom ficou receosa de que o pugilista Mike Tyson entrasse na justiça por essa paródia, por isso decidiu chamar o lutador espanhol das garras de Vega, dando seu nome antigo (balrog) ao lutador americano. E então ficamos assim:

Vega -> M. Bison (Agora Master Bison, não mais Mike)
M. Bison -> Balrog
Balrog -> Vega



Bison é um grande ditador do Sudeste Asiático que possui poderes psíquicos e pretende dominar o mundo (nossa, que novidade!). Ele começou sua carreira na vilania sendo o líder da Organização Shadaloo e matou o pai da nossa querida e gostosa Chun-Li, o Oficial Dorai, que comandava as operações para desativar a Shadaloo.



Seus poderes psíquicos são sua maior preocupação, por isso ele busca sempre aprimorar utilizando versões de combate de alguns oponentes do jogo, como por exemplo o Torpedo, original do Honda. 

A Scissor Knee é um dos golpes mais famosos e infinitos, além é claro do seu maior poder, Psycho Crusher.



No filme de 94, Bison foi interpretado por Raúl Juliá, que morreu dias antes da estreia (mas que teria morrido de desgosto logo depois de ver aquela porcaria de filme). Vamos concordar porém que a aparição dele em Detona Ralph foi bem melhor que nessa versão caricata do longa antigo. 



Alguns rumores dizem que o personagem é inspirado no vilão Wakizachi do mangá Rikki OH! lançado na década de 70, vocês podem conferir a semelhança abaixo.



E aí, quais sentimentos nostálgicos esse vilão traz à sua mente, deixa um comentário aí e sugere o próximo personagem do Vilania!




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Valeu pelo comentário!