Resenha - Casa de Segredos

Comentários






Até onde você iria para realizar todos os seus desejos?









Alô pessoas!

Aqui estamos com mais uma resenha para a galera que não dispensa comprar zilhões de livros.
Hoje falaremos sobre "Casa de Segredos", obra escrita por Chris Columbus (diretor dos três primeiros filmes de Harry Potter, Percy Jackson, Esqueceram de Mim e muitos outros filmes fantásticos) e Ned Vizzini (escritor americano que se suicidou em 2013 por causa da depressão :'( )


Mas vamos às opiniões, podem ler sem medo de Spoiler, quando eles chegarem eu aviso.

O livro conta a história de três irmãos, Brendan, Eleanor e Cordelia Walker, que se mudam para uma linda casa custando uma pechincha. Já sabe né? Uma mansão barata no meio do nada nunca é bom sinal, por isso crianças, NÃO comprem se quiserem manter a cabeça no lugar.

Eles se mudaram após o pai deles, cirurgião, sofrer um incidente: ele entrara em transe e cortara a pele de um de seus pacientes, formando um pictograma de olho no meio da barriga dele. Sinistro.



Cordelia, leitora assídua, logo percebe que a casa pertencia ao escritor Denver Kristoff e encontra sua imensa biblioteca, com o ouro de qualquer bibliófilo. Mas enquanto isso, Brendan encontra uma misteriosa senhora, que, resumindo a história é a filha de Denver e se auto intitula "Bruxa do vento". 



Ela então invade a casa e amaldiçoa os Walker, buscando vingança por uma antiga desavença entre as duas famílias. 

Os três acabam então numa floresta, junto com a casa que, aparentemente voou pelos ares quando a bruxa os amaldiçoou. Eles estão sozinhos, os pais desaparecidos e um mundo desconhecido os espera. Logo eles ficam sabendo que estão dentro de um livro de Kristoff e só têm uma única opção para que tudo volte a ser como era antes: eles devem resgatar o Livro da Perdição e do Desejo e entregá-lo à bruxa. Para que isso aconteça eles devem seguir viagem fazendo o pior que o coração mandar: egoísmo, inveja, ódio...


Será que eles conseguirão voltar para casa, reencontrar os pais e descobrir que mistério envolve as duas famílias e o livro?


Bem, eu o encontrei na livraria há um ano atrás e me interessei bastante, porém não o comprei. Então acabou que apareceu um amigo do Skoob que o trocou por Selva de Gafanhotos, (sim, acabei não o querendo na estante, mesmo sendo muito bonito visualmente) acho que não foi uma boa troca pra ele, mas não fiz por mal né? Muita gente quer ler a Selva então espero que ele tenha gostado, de verdade. 




Achei uma boa troca, Casa de Segredos me rendeu entretenimento, porém não é aquela Brastemp toda que eu esperava. Ele é infantil e um pouco confuso, já que mistura muitos elementos e não se aprofunda como deveria, ele é um livro que eu costumo chamar de paradoxo: aparecem muitos personagens e situações mas mesmo assim o enredo demora a pegar no tranco, acho a escrita muito infantil mas do nada aparece crueldade e carnificina, entre outros aspectos.
Mas não pensem que eu o achei ruim, é um livro infantil então não deve ser levado muito a sério os acontecimentos. Caso você queira uma leitura leve, despretensiosa e muito capaz de virar filme, leia sem medo, você vai ficar muito satisfeito com essa obra de dois grandes escritores :)

É esse tipo de conclusão que me faz ter medo: "será que o livro é muito infantil ou sou eu que tô ficando velho e sem feeling pra aventuras?" Rezo para ser a primeira opção.



(A partir daqui os spoilers pesados começam a aparecer, continue por sua conta em risco)




Mas aprofundando as críticas, vamos a alguns pontos positivos e negativos:


• O livro realmente é cheio de segredos e você morre de curiosidade
• Alguns personagens são bem bacanas, como a Bruxa do Vento, Brendam e Penelope Hope
• O livro da perdição e do desejo é um ótimo objeto na trama e que você fica com vontade de saber mais sobre ele




• Pra quê tantos personagens mal resolvidos? 
• Porque tudo é solucionado tão rapidamente?
• Que diabos de fim foi aquele? Eleanor escreve uma REDAÇÃO no livro da perdição e do desejo, mesmo sendo disléxica e no meio de uma batalha! Ela poderia escrever? Sim, mas não tudo aquilo, que tal três palavras definitivas e que dariam até um poder maior ao que foi dito?




Então é isso gente, você que leu o livro, o que achou? E você que ainda quer ler, quais foram as conclusões? Diz pra gente!

Avaliação:





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Valeu pelo comentário!