Segue a trilha: Alice in Wonderland

Comentários





Um dos pontos que fazem toda diferença nas séries e filmes é a trilha sonora. Elas criam o clima, emocionam, te fazem se sentir dentro da história. Por isso o Quatro Sentidos vai trazer as músicas que vão fazer parte da sua próxima playlist e ainda deixam o filme guardado na memória. 

O Álbum de estreia da série é o “Almost Alice”, da adaptação da história de Lewis Carrol com direção do gênio Tim Burton, lançado em Março de 2010. Mesmo não fazendo parte do filme, as músicas do CD servem de extensão da história, uma “transmidiação”, com letras baseadas nos trechos do livro e inspiradas pelo universo sádico de Burton. 

Segue a trilha!



1.       Alice – Avril Lavigne
A música principal encabeça o álbum e é a única que realmente aparece no filme (e apenas nos créditos.) É a música de divulgação do filme, tem um apelo legal mas possui um clipe bem fraquinho.
A faixa faz parte do CD Goodbye Lullaby da cantora e foi inteiramente escrita por ela.


2.       The Poison – The All-American Rejects
A segunda faixa traz a banda de Pop Funk americana muito famosa pelas músicas emplacadas em games, filmes e séries, por isso não podia ser diferente com Alice. Fazendo jus à acidez e amargor do veneno no título, a música traz uma surpresinha nos últimos segundos.


3.       The Tecnicholor Phase – Owl City
Owl City, projeto de Adam Young, traz uma baladinha eletrônica e doce das cores que ela diz ter. É tudo o que as garotas querem: letra romântica, colorida e com refrão grudento. 



4.       Her name is Alice – Shinedown
If I had a world of my own everything would be nonsense

A quarta faixa apresenta nossa protagonista nos gritos da Shinedown. Os veios sombrios e misteriosos de Burton batem com essa música, que combina completamente com a atmosfera do “quase” País das Maravilhas.


5.       Painting Flowers – All Time Low
A quinta faixa conta com a all Time Low, que interpreta mais uma das músicas românticas do álbum. 

  “Im still painting flowers for you”


6.       Where’s my Angel? – Metro Station
Mais um pouco de balada com refrão legal, desta vez com a interpretação da Metro Station e composta pelo irmão da Miley, Trace Cyrus.


7.       Strange – Tokio Hotel feat. Kerli
Tokio Hotel, a banda alemã que estourou há alguns anos marca presença na sétima faixa, com a participação de Kerli, que vai ter outra música mais à frente.



8.       Follow Me Down – 3Oh!3 feat Neon Hitch
Um pouco da interpretação categórica dos caras da 3OH!3 na música mais “Disneylizada” do álbum. Recebeu bastantes críticas pela falta de originalidade, mas não deixa de ser interessante e animada. Dá pra dançar e se divertir, isso é o que importa.



9.       Very Good Advice – Robert Smith
Com ótimas críticas, a declamação de Very Good Advice ficou por conta de Robert, acompanhado de muito bom gosto nas melodias de pegada bem “Musical da Broadway”. Lembrando que esta música é uma regravação e esteve presente na animação de 1951.



10.   In Transit – Mark Hoppus feat Peter Wentz
A décima faixa é bem profunda e de ótima interpretação. Essa é pra sentar numa janela e escutar de olhos fixos num ponto distante da rua enquanto a chuva cai lá fora. 



11.   Welcome to Mistery – Plain White T’s
Sejam bem vindos aos mistérios da criação de Burton! Por isso nada melhor que uma faixa tão misteriosa quanto.


12.   Tea Party – Kerli
Num mundo fantástico, nada combina mais que brinquedos, mistérios, chá e uma batida eletrônica dançante. É isso que a Kerli diz com seu clipe bem mais produzido e interessante que o da Avril.



13.   The Lobster Quadrille – Franz Ferdinand
"Will you walk a little faster?" said a whiting to a snail.” – Alice no País das Maravilhas , Capítulo 10. 

O imortal Franz empresta sua voz para declamar uma das mais famosas canções do País das Maravilhas, a quadrilha da Lagosta. Acompanhado deum refrão bem sinistro que no livro parecia tão alegre e inofensivo. Vale a pena conferir esta versão da canção cantada ao pé da letra com a original do livro de Carrol. Minha segunda favorita.



14.   Always Running Out The Time – Motion City Soundtrack
Essa é pra ouvir correndo e cantando bem alto. A Motion entra na pele do Coelho Branco para interpretar a faixa com maestria.


15.   Fell Down a Hole – Wolfmother
Agora é a vez do Rock com os caras da Wolf, abusando das guitarras para cair, infinitamente, nesta interpretação impecável. Nada melhor para tocar sua guitarra invisível.



16.   White Rabbit – Grace Potter and The Nocturnals
Este clássico de Jefferson Airplane interpretado pela Grace me conquistou. Essa é minha canção favorita do álbum e não podia fechar melhor o Almost Alice. Sombrio, misterioso e profundamente cativante. Não vamos falar muito, basta ouvir para entender do que eu estou falando.



E aí, curtiu? Conta pra gente o que achou o post e das músicas. Ah! Pode deixar sugestões para as próximas postagens da série, fique à vontade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Valeu pelo comentário!